Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anjinho-Diabinho-Papudo

Um espaço para entreter, reflectir e sentir

Um espaço para entreter, reflectir e sentir

Anjinho-Diabinho-Papudo

08
Mai10

Francisco

anjinho-diabinho-papudo

Estes são dias muito tristes.

Um amigo, mas sobretudo um irmão, um filho deixou-nos fisicamente.

Mas Francisco, tenho a certeza que não nos deixas no espirito, nas boas memórias,no coração de quem te amava.

Tenho boas memórias contigo,de um tempo em que em conjunto com o teu irmão, um dos meus amigos de e para sempre, iamos sem grandes preocupações aos primeiros concertos, ou  dos grandes jogos da Mega Drive nas tardes em vossa casa.

Deixo aqui o texto que a tua mãe escreveu em tua homenagem, no blog dela.

Descansa em Paz, amigo.

 

O QUE EU SENTI E ESCREVI NA HORA EM QUE O MEU FILHO PARTIU.................
AINDA BEM QUE O SENTI ASSIM.
AINDA BEM QUE O ESCREVI................................
 
A santa sorria,
através do deslize do vidro...
As horas batiam,
como pedradas ocas...
O livro saltava das folhas,
as letras suspiravam por mim.....
Peguei em ti,
minha pétala rasgada sem fim,
rocei-te o meu instinto tardio,
amaciei a minha pele,
no teu carinho,
no teu afecto...
A santa sorriu,
o jarro estalou,
o copo partiu,
levando com ele as horas,
que rolaram,
soltas,
livres,
do método,
do abafo...
Dum rasgo olhei,
e a santa sorriu!
 
Que estejas em paz Francisco

 

07
Mai10

3 Anos a gostar de ti

anjinho-diabinho-papudo

Faz hoje 3 anos que naquela manhã apareceste na minha vida.

Lembro-me vivamente de todos os momentos que me fizeram feliz, em que te fiz feliz e ao teu filho.

3 anos em que por ter ter tido na minha vida,tive o amor dessa vida.

Aconteça o que acontecer, e mesmo com toda a profunda desilusão dos ultimos tempos,

vou sempre e para sempre,

 minha azeitoninha,

Gostar de ti

 

 

A noite já caiu
E trouxe de novo o silêncio,
O quarto está vazio
Porque tu já não estás mais aqui
Ao pé de mim

O tempo parou
No momento em que partiste,
O amor acabou
Num breve beijo triste
Mas p'ra mim não é o fim...

Enquanto o sol brilhar
E o rio correr para o mar,
Enquanto houver luar
E o mundo não parar

Enquanto o sol nascer,
Enquanto o fogo arder
E o meu coração bater,
Eu vou gostar de ti!

Os ecos da paixão,
Fantasmas de um amor perfeito.
São a recordação
Que o meu pobre peito quer soltar
Mas eu não vou deixar!

Enquanto o sol brilhar
E o rio correr para o mar,
Enquanto houver luar
E o mundo não parar

Enquanto o sol nascer,
Enquanto o fogo arder
E o meu coração bater,
Eu vou gostar de ti!

Enquanto o sol brilhar
E o rio correr para o mar,
Enquanto houver luar
E o mundo não parar

Enquanto o sol nascer,
Enquanto o fogo arder
E o meu coração bater,
Eu vou gostar de ti!

 

Do concerto a que fomos...                                                                                     

02
Mai10

Mãe

anjinho-diabinho-papudo

 

 Mãe

Para mim, o teu dia são todos os dias da minha vida.

Deste-me a vida e fizeste tudo para que fosse feliz, e que nada me faltasse.

Todos os dias são o teu dia para mim, porque estás sempre no meu coração,na minha memória, na minha alma.

Só desejo daqui para frente, apesar de todas as dificuldades, que te te orgulhes e olhes por mim.

 

 

 

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Blogs Recomendados

Anjinho Diabinho Papudo na Net

Sites a Visitar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D